Intercâmbio na Irlanda em 10 passos 5

Intercâmbio na Irlanda em 10 passos

Centenas de estudantes já embarcaram com a Enjoy Intercâmbio para a Irlanda e outras centenas estão prestes a embarcar para a sua sonhada experiência na Ilha Esmeralda. O país possui atrativos únicos, oportunidades de estudo e trabalho e a chance de imersão em uma cultura riquíssima. Não é à toa que o intercâmbio na Irlanda é um dos mais procurados do mundo.

Mas, você sabe como faz para ir pra lá? Qualquer pessoa pode embarcar para essa aventura? E por onde começar? A gente te explica tudo sobre o intercâmbio na Irlanda em 10 passos, para que você possa aproveitar, sem erros, a melhor experiência de sua vida.

1. Descubra para onde você quer ir

Tudo bem, sabemos que a Irlanda será seu o destino, mas qual cidade escolher? Diferente do que muita gente pensa, quem quer fazer um intercâmbio na Irlanda possui diferentes opções, que se encaixam em perfis distintos.

Se você mora em uma capital como São Paulo, por exemplo, talvez Dublin seja uma boa. Se você mora no interior, contudo, pode ser que uma cidade com uma atmosfera mais tranquila seja mais sua cara. As cidades de Carlow ou Bray, por exemplo, oferecem tanta comodidade e oportunidades de estudo quanto a capital. O importante mesmo é analisar sua rotina atual e objetivos, percebendo onde você quer chegar.

Intercâmbio na Irlanda em 10 passos

2. Decida quanto tempo vai durar seu intercâmbio

Pode ser que o seu intercâmbio dure alguns meses, assim como pode ser que ele se estenda por anos. Tudo vai depender de quanto tempo você terá disponível e dos objetivos que você pretende alcançar. Independentemente de sua decisão, a definição da duração do seu intercâmbio vai te ajudar a alcançar seus objetivos a tempo e não jogar dinheiro fora.

3, Escolha a escola onde você irá estudar

A escolha a escola é tão importante quanto a definição de seu destino de estudos. Se o seu foco principal é aprender inglês, buscar uma instituição que irá lhe oportunizar todo o suporte necessário é primordial. Como o mercado é abrangente, é preciso pesquisar com atenção as melhores opções.

4. Compre o curso, passagens e seguro viagem

Depois de definidos esses três primeiros itens você estará pronto para, concretamente, tirar o sonho do intercâmbio do papel. É nessa parte, contudo, que muita gente acaba ficando pra trás, afinal de contas, sabemos que o intercâmbio demanda um investimento consideravelmente alto. Se você ainda está economizando e buscando formas de pagar por essa experiência, vale a pena dar uma olhadinha em algumas dicas que podem te ajudar a chegar lá.

Por intermédio de sua agência de intercâmbio, além do curso, da passagem de avião e do seguro viagem (obrigatório), o estudante também precisará reservar algumas semanas de acomodação, pagar o valor da matrícula e materiais (livro) que serão usados em sala de aula.

Intercâmbio na Irlanda em 10 passos 2

5. Providencie a documentação

Passada a parte do pagamento, pronto! Agora você entra na contagem regressiva para o embarque. E para que tudo saia como planejado, o intercambista precisa providenciar com antecedência toda a documentação necessária. No embarque e, principalmente, na hora de passar pela imigração, você precisa ter em mãos:

  • os documentos fornecidos pela escola (para comprovar que você ficará no país como estudante);
  • a comprovação de sua acomodação (também fornecida pela escola);
  • o passaporte em dia;
  • e sua passagem de volta para o Brasil.

No aeroporto, os oficiais de imigração também podem pedir para você comprovar que tem dinheiro para se manter durante o intercâmbio. No caso da Irlanda, é solicitada a comprovação monetária de pelo menos 3 mil euros, que podem ser levados em espécie, depositados em uma conta internacional ou em um cartão VTM.

6. Na hora do embarque

Intercâmbio na Irlanda em 10 passos 3

Com tudo resolvido, é hora de começar a viver o sonho mais incrível de sua vida! Depois de conferir os documentos no aeroporto, os oficiais de imigração vão conceder o seu visto de acordo com a duração do seu período de estudos. Caso você vá ficar mais de 3 meses no país, eles irão carimbar um visto temporário em seu passaporte e você deverá procurar o escritório da imigração em sua cidade para conseguir a permissão de estudos para a duração total de seu curso.

7. Vivencie os primeiros dias do intercâmbio

Antes de mais nada, contudo, você pode tirar uns dias para começar a viver o seu intercâmbio. Afinal, você esperou tanto tempo para chegar lá, tem mais é que aproveitar um pouco, não é mesmo?

Indicamos que você aproveite os primeiros dias no exterior para conhecer um pouquinho a cidade onde você mora, se ambientar e conversar com locais (se o seu inglês permitir). Como uma das primeiras empresas do setor a apostar em assessoria personalizada, a Enjoy oferece suporte presencial nas cidades de Dublin, Cork, Limerick e Galway, na Irlanda. Então se você contratar esse serviço vai ser acompanhado de pertinho por um de nossos consultores.

Nessa primeira semana você também irá começar as aulas e terá a oportunidade de começar o aprimoramento do seu segundo idioma.

8. Abra uma conta bancária

Caso o intercambista vá ficar mais de 3 meses na Irlanda, uma das primeiras providências que ele precisa tomar assim que chega no país é abrir uma conta bancária. É nessa conta que ele irá depositar os 3 mil euros que trouxe consigo, para que possa comprová-los ao oficial da imigração. Além da abertura de uma conta em um banco com sede na Irlanda, também existe a alternativa de uma conta digital. Se você está em dúvida sobre qual é a melhor opção para você, é só conferir algumas dicas aqui.

9. Procure uma acomodação definitiva

Para quem vai ficar um longo período no país, é preciso também começar a procura por uma acomodação definitiva. Em suas primeiras semanas na Irlanda, você irá ficar na acomodação reservada previamente, em uma casa de família ou em um apartamento da escola. Depois desse período, contudo, é por sua conta. E quanto antes você começar a procura por uma acomodação, mais cedo você irá encontrá-la.

Intercâmbio na Irlanda em 10 passos 4

10. Solicite seu cartão IRP

Depois da abertura de uma conta bancária e com sua acomodação encaminhada, aí sim você poderá ir até o escritório da imigração solicitar o IRP, o documento que regulariza sua estadia como estudante na Irlanda. No escritório da imigração você deverá apresentar os mesmo documentos que apresentou no aeroporto, entre eles, um documento que comprove o seu endereço atual na Irlanda (pode ser o seu seguro governamental, por exemplo).

A Permissão para Residência na Irlanda (IRP), é a certificação de que o intercambista foi registrado junto à imigração do país, por essa razão, é de extrema importância carregar o documento consigo o tempo todo. O cartão valida sua permanência na Irlanda e indica o seu tipo de visto, assim como permissões para trabalho ou estudo.

A partir daí, estará tudo resolvido! Caso você tenha interesse em trabalhar na Irlanda, sua situação estará devidamente regularizada para que você possa começar a procurar um emprego e para que seja registrado legalmente como empregado part-time. As descobertas e desafios não vão parar por aqui, assim como os momentos incríveis que você irá vivenciar. Aí é só se dedicar ao aprendizado e aproveitar ao máximo as descobertas do intercâmbio.

Quer saber mais? É só entrar em contato conosco clicando aqui

Leave a Comment

Your email address will not be published. All fields are required.